domingo, 31 de maio de 2009

Trilogia - Poema de Márcia Sanchez Luz


Imagem do Google


Sabor ao vento de uma calmaria.
Transpiro afagos, doces fantasias!
Verdade incerta, porém que me alenta.

Serenidade!

Tristeza insana que nunca se acalma
nas noites frias de canções vazias.
Corações secos – onde está a alma?

Insanidade!

Calor profundo que me assola o ventre!
O amor surgiu, leve e passageiro,
trazendo a febre de um furor festeiro.

Corporeidade!


© Márcia Sanchez Luz

33 comentários:

  1. Olá querida Márcia, aqui vim matar a saudade e encontro estes belíssimos versos "TRILOGIA",onde me fez recordar o nosso evento poético TRILOGIA, que editamos em nossa AVSPE.

    Adorei ler a sua trilogia,
    com estima,
    Efigênia Coutinho

    ResponderExcluir
  2. lindo e completo, em poucas palavras expressaste a essencia da alma humana
    Parabens, sucesso sempre! vc é muito boa no que faz
    com carinho e admiração

    ResponderExcluir
  3. Márcia, meus parabéns. Lindo poema!!! A sua poesia me encanta. Beijos
    Andréia Pedroso

    ResponderExcluir
  4. Querida Márcia, em três palavras mágicas você tocou seu poema com uma varinha de fada-poeta!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Márcia, foram necessários três instantes para decifrarmos com muita exatidão e lirismo virtudes tão essenciais à nossa existência.
    Parabéns pela leveza e beleza do poema.
    Um grande beijo!

    ResponderExcluir
  6. Três estados de espírito passam pela análise crítica de Márcia, que tem o dom de escrever sobre os mesmos com absoluta segurança.
    Parabéns. Como sempre, vc foi longe.

    ResponderExcluir
  7. O que mais me atrai a atençao, Márcia, em sua poética é sempre a forma, que de costume nada deixa a desejar, como aqui, neste casamento de dois versos de dez sílabas adequadamente variados com um de quatro.
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  8. Efigênia querida, já lhe respondi em pvt, mas quero agradecer de público por sua presença constante em minhas postagens.

    Beijos, com carinho,

    Márcia

    ResponderExcluir
  9. Minha querida Tania, obrigada pela visita e pela generosidade de suas palavras!

    Bisous

    Márcia

    ResponderExcluir
  10. Andréia, é um prazer enorme recebê-la aqui. Volte sempre que quiser!
    Obrigada por seu carinho.

    Beijos

    Márcia

    ResponderExcluir
  11. Madalena querida, obrigada pelo "fada-poeta" ;-)) Assim fico toda prosa...rss...

    Beijos em seu coração

    Márcia

    ResponderExcluir
  12. Dalton, que bom vê-lo por aqui, e em duas postagens! Agradeço o carinho de suas palavras e espero receber sempre sua visita.

    Um beijo em seu coração

    Márcia

    ResponderExcluir
  13. Jorge, você sempre tem palavras de carinho para com meus poemas! Estes retornos são muito importantes para mim e fazem hoje parte de minha fortuna crítica, que logo estarei publicando.
    Obrigada por sua presença e carinho constantes!

    Beijos em seu coração

    Márcia

    ResponderExcluir
  14. Neo-orkuteiro, fico muito feliz com sua presença e só tenho a agradecer por seu carinho e generosidade das palavras.

    Beijos

    Márcia

    ResponderExcluir
  15. Nelo J. Scarcella Jr1 de junho de 2009 01:27

    Oi Márcia. Parabéns pelo poema! Doces palavras como tua alma.

    Com carinho

    Nelo J.Scarcella Jr

    ResponderExcluir
  16. Marcia, pura LUZ!
    Enfim, pude ler as três melhores definições para SERENIDADE, INSANIDADE e CORPOREIDADE!
    Bravo, bravíssimo... poderia ser um verbete em dicionário.
    Grande abraço!
    Gilia

    ResponderExcluir
  17. Márcia,
    o que é mais extraordinário no seu universo poético é a precisão das palavras em versos metricamente corretos. Mais do que isso é perceber quem está escrevendo conhece profundamente os sentimentos que inspiraram a autora. É preciso ter a serenidade para captar, é preciso ser insano para externar e é preciso da técnica para dar corpo ao que se quer dizer. Isso, Márcia, você faz com maestria e beleza, tá!
    Um beijo de afeto e de admiração,
    Mauro

    ResponderExcluir
  18. Nelo, que surpresa agradável vê-lo aqui! Obrigada pelo carinho da visita e de sua mensagem.

    Beijos

    Márcia

    ResponderExcluir
  19. Gilia, minha querida

    Suas palavras sempre me tocam o fundo da alma. Obrigada, sempre!

    Um beijo em seu coração, com carinho

    Márcia

    ResponderExcluir
  20. Mauro, agradeço de coração por suas palavras. Seu comentário revela um leitor atento, o que muito me comove!

    Beijos

    Márcia

    ResponderExcluir
  21. Embora meu preferido seja o terceto do meio (muito belo), parabéns pelo seu tríptico poético, o trio forma um conjunto bastante harmonioso. Bj, Leila

    ResponderExcluir
  22. Leila, minha querida, que bom te ver por aqui!

    É...acho que o segundo terceto reflete mais a forma como sentimos o mundo...

    Obrigada pelo carinho de sempre!

    Beijos em seu coração

    Márcia

    ResponderExcluir
  23. Márcia que aprendizado retiro ao ler esse se poema.Parabéns e estamos ai esperando mais um daqueles lindos.

    ResponderExcluir
  24. Olá, Márcia!
    Passei para matar saudades e claro, apreciar as novas inspirações.:)

    Adorei esses versos! Como sempre, poesia impreguinados da mais pura sensibilidade.

    Parabéns, Poetisa! Beijinhos de alma.

    ResponderExcluir
  25. três momentos, três emoções, serenidade, insanidade e corpo, você escreve cada vez mais, três vezes mais forte...

    ResponderExcluir
  26. Antonio, fico grata por sua visita e pelo carinho das palavras.

    Um abraço

    Márcia

    ResponderExcluir
  27. Rita querida, a saudade é minha!
    Venha mais vezes me visitar, sempre que quiser e puder.
    Obrigada pelo carinho.

    Um beijo em seu coração

    Márcia

    ResponderExcluir
  28. Rogel, querido amigo

    Que bom te ver por aqui!
    Obrigada pelo carinho de suas palavras e saiba que sua visita é uma honra para mim.

    Beijos em seu coração

    Márcia

    ResponderExcluir
  29. Márcia querida, aqui estou, leio novamente sua belíssima poesia, e deixo o meu voto ao seu Blog, que merecidamente merece ganhar este evento.

    Tem postagem nova em meu cantinho, espero sua visita, com admiração,
    Efigênia Coutinho

    ResponderExcluir
  30. Apesar de não ter mais tanta simpatia por essa forma poética, e de rima, este poema em particular está bem interessante.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  31. Olá! Márcia
    Fico feliz em ler suas postagens.
    Muito bonita sua trilogia.
    LuizaBenício.

    ResponderExcluir
  32. Obrigada pelo carinho de sua visita, Luiza! Venha sempre que puder, querida.

    Beijos em seu coração

    Márcia

    ResponderExcluir